22/07/2021

Distimia - Critérios Diagnósticos Do DSM5


Os atuais critérios diagnósticos do Transtorno Depressivo Persistente (Distimia) são:
 
. A - Humor deprimido na maior parte do dia, na maioria dos dias, por pelo menos dois anos, ou por humor irritável em crianças e adolescentes por pelo menos um ano;
 
. B - Presença, enquanto deprimido, de dois ou mais dos seguintes sintomas:
1) pouco apetite ou apetite excessivo;
2) insônia ou hipersonia;
3) baixa energia ou fadiga;
4) baixa autoestima;
5) dificuldade de concentração ou dificuldade de tomar decisões;
6) sentimentos de desesperança.
 
. C - Durante o período de dois anos (ou um ano para crianças ou adolescentes) de perturbação, o indivíduo jamais esteve sem os sintomas dos critérios A e B por mais de dois meses.
. D - Os critérios para um transtorno depressivo maior podem estar continuamente presentes por dois anos.
. E - Jamais houve um episódio maníaco ou um episódio hipomaníaco e jamais foram satisfeitos os critérios para transtorno ciclotímico.
. F - A perturbação não é mais bem explicada por um outro transtorno... 
. G - Os sintomas não se devem aos efeitos fisiológicos de uma substância (droga, medicamento) ou a outra condição médica.
. H - Os sintomas causam sofrimento clinicamente significativo ou prejuízo no funcionamento social, profissional ou em outras áreas importantes da vida do indivíduo.
 
Fonte: DSM-V (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais) maio de 2013.

22/10/2019

(Menosprezo)


Menosprezo
- © Lenise M. Resende -

Nesse último mês, tenho usado o tempo que permaneço na internet mais para observar do que para agir. E algumas coisas tem chamado minha atenção. Uma delas são as fotos de imensas livrarias ou bibliotecas dos mais diversos países, outra são as imagens de casas que possuem um canto de leitura, com uma estante abarrotada de livros amontoados, e pelo menos uma velha poltrona ao lado.

O engraçado é que esses dois tipos de fotos,  que costumam ser publicadas por editoras, atraem comentários de pessoas que afirmam que gostariam de morar num local assim. Tenho apreço por livros, mas, por mais que alguns desses lugares pareçam limpos e sejam bonitos, o máximo que eu conseguiria fazer seria visitá-los. Os lugares com livros amontoados de qualquer maneira, e a velha poltrona ao lado, me incomodam, porque parecem descuidados e precisando de uma boa faxina.

Está difícil vender livros. Estamos na época do "amo livros, mas não posso comprá-los", e "gosto de ler, mas estou sem tempo". E, nas revistas de decoração, essa tendência aparece estampada nas salas de estar, com imensas estantes dominadas por espaços vazios. "Se menos é mais...", eu teria economizado madeira fazendo uma estante menor.

Não consigo ver as dificuldades como prenúncio de que dias melhores virão. No caso dos livros, se dias melhores chegarem, certamente será num futuro tão distante, que não estarei aqui para testemunhar. 

Cansei de escrever, cansei de tentar publicar, divulgar ou vender livros. Minha paciência está por um fio. Minhas páginas dedicadas a livros também estão por um fio, o mesmo fio que me prende a vida real, e que ainda não me deixou optar por escrever somente obras de ficção.

*   *   *
Nota - Crônica filosófica (reflexão a partir de um fato ou evento)
*   *   * 

04/10/2019

(Livro-Venda 1)



Os livros da escritora Lenise M. Resende:
 "De Bem Com O Mal Do Humor", "Medrosamente", 
"Mortalmente", estão sendo vendidos pela 
Caligo Editora em: 
https://caligo.lojaintegrada.com.br/

Compre e indique aos amigos!
 

24/08/2019

(Opinião 5-Livro1)



"Costumo chamar meus livros de filhos. E, ao saber que um deles, o livro De Bem Com O Mal Do Humor, foi elogiado por uma psicóloga que pretende recomendá-lo a uma paciente, reagi como mãe. Ainda estou inchada de orgulho." (Lenise M. Resende, escritora)

*   *   *
TEXTOS RELACIONADOS
- Opinião 1 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor" 
- Opinião 2 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor" 
- Opinião 3 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor" 
- Opinião 4 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor" 
- Opinião 5 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor" 

23/08/2019

(Opinião 4-Livro1)


"Acabei de ler o livro. Amei! Me identifiquei muito, uma leitura fácil e gostosa." (Recado que uma pessoa presenteada com o livro "De Bem Com O Mal Do Humor" enviou para quem lhe deu o presente)

*   *   *
TEXTOS RELACIONADOS
- Opinião 1 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor"
- Opinião 2 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor"
- Opinião 3 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor"
- Opinião 5 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor" 

30/07/2019

(Opinião 3-Livro1)


Comentários de alguns leitores sobre 
o livro "De Bem Com O Mal Do Humor":


- Comentário 1 - Oi, Lenise! Parabéns pelo seu texto, pela sua coragem. Valeu a pena a leitura, com certeza. (B.M.)

- Comentário 2 - O livro é muito bom, bem escrito e profundo. (M.R.F.)

- Comentário 3 - Oi Lenise, estou gostando do seu livro, me identifiquei com muitas partes, e gostei da sinceridade com que vc escreve! Parabéns! (L.D.)

- Comentário 4 - O seu livro tem um pouco de nós todos... Adorei, fiz muitas marcações para não esquecer. Tem um pouco de mim... (B.S.)

- Comentário 5 - Boa tarde, Lenise! Hoje terminei de ler seu livro "De Bem Com o Mal do Humor" e também sou distímica. Me identifiquei em muitos aspectos... Mas, enfim, estou entrando em contato para dizer que seu livro me fez mergulhar em experiências pessoais e me trouxe vários episódios para refletir. Obrigada por me mostrar que não estou sozinha em meio à multidão e que não sou "estranha". Tenho uma doença. (D.P.)

- Comentário 6 - Eu gostei muito do seu livro e me vi em alguns momentos da sua vida... Percebi na leitura que era rodeada por pessoas maravilhosas, que sempre faziam algo pra agradar, em principal as coisas que gostava de comer. Esse carinho e atenção é tão importante quanto a terapia. (S.C.)

- Comentário 7 - A distimia é uma doença muito complicada que eu gostaria de não ter. O livro me ajudou a entender melhor algumas questões que sempre tive e ignorava que fossem da distimia. É uma leitura que vale a pena, não só para quem também sofre da doença, mas para aqueles que convivem com um distímico. (A.P. 1)

- Comentário 8 - Amei o livro. Sofro de distimia desde sempre e fui diagnosticada com 18 anos. O livro está me trazendo um nova compreensão de alguns sentimentos e momentos que passei em minha vida. As histórias divididas conosco nesse romance nos faz perceber que não estamos sozinhos. (E.O.)

- Comentário 9 - Ganhei seu livro: De Bem Com o Mal do Humor. Estou adorando. Me faz lembrar um pouco da minha história. Não consigo parar de ler. Quero te agradecer. Está me trazendo um alento. (R.V.)

- Comentário 10 - Acabei de ler o livro. Amei! Me identifiquei muito, uma leitura fácil e gostosa. (A.P. 2)

- Comentário 11 - Finalmente li seu livro De Bem Com O Mal Do Humor... Achei incrível a simplicidade com que relatou os fatos da sua vida, desde os tempos de infância, até os momentos mais críticos... A dor corrói. Só tenho a agradecer por compartilhar as suas experiências conosco. Muito obrigada! (C.M.)

Blog Distimia Livro

04/07/2018

CID-11 (1)

CID-11 MMS
Edição e Pesquisa de Lenise M. Resende

A CID é publicada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e é mundialmente usada para Estatísticas de Mortalidade e Morbidade (Mortality and Morbidity Statistics), cuja abreviação é MMS. Recentemente, sua 11ª  versão foi disponibilizada para uma pré-visualização. Em maio de 2019, a CID-11 será oficialmente apresentada durante a Assembleia Mundial da Saúde, e está programada para entrar em vigor no dia 1º de janeiro de 2022.

Na CID-11 a Distimia (Dysthymia) está classificada como Transtorno Distímico (Dysthymic Disorder), código 6A72, caracterizado por um humor depressivo persistente. O termo Transtorno Distímico é o mesmo usado no DSM-IV, de 1994, mas a definição recebida na CID-11 lembra a reclassificação do transtorno no DSM-V, de 2013, como Transtorno Depressivo Persistente (Distimia).

Nota: O DSM (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais) é o principal guia para profissionais da área da saúde mental, e possui critérios utilizados para o diagnóstico e classificação dos estados depressivos.


***

- Classificação dos Transtornos Depressivos (Depressive Disorders) na CID-11 ou ICD-11 MMS - Estatísticas de Mortalidade e Morbidade (Mortality and Morbidity Statistics)

06 - Transtornos mentais, comportamentais ou de neurodesenvolvimento (Mental, behavioural or neurodevelopmental disorders) – São síndromes caracterizadas por distúrbios clinicamente significativos na cognição, regulação emocional ou comportamento de um indivíduo, que refletem uma disfunção nos processos psicológicos, biológicos ou de desenvolvimento subjacentes ao funcionamento mental e comportamental. Esses distúrbios geralmente estão associados a sofrimento ou prejuízo nas áreas pessoais, familiares, sociais, educacionais, ocupacionais ou outras áreas importantes de funcionamento.

. Transtornos do Humor (Mood Disorders) - Refere-se a um agrupamento superordenado de Transtornos Bipolares e Transtornos Depressivos (Depressive Disorders). Os Transtornos de Humor são definidos de acordo com tipos específicos de episódios de humor e seu padrão ao longo do tempo. Os principais tipos de episódios de humor são: Episódio Depressivo, Episódio Maníaco, Episódio Misto e Episódio Hipomaníaco. Os episódios de humor não são entidades de diagnóstico independente e, portanto, não possuem seus próprios códigos de diagnóstico. Em vez disso, episódios de humor compõem os componentes primários da maioria dos Transtornos Depressivos e Bipolares.

. Códigos dos Transtornos do Humor (Mood Disorders):
> Transtornos bipolares ou relacionados (Bipolar or related disorders)
6A60 - Transtorno bipolar tipo I (Bipolar type I disorder)
6A61 - Transtorno bipolar tipo II (Bipolar type II disorder)
6A62 - Distúrbio ciclotímico (Cyclothymic disorder)
6A6Y - Outros transtornos bipolares ou relacionados especificados (Other specified bipolar or related disorders) 
6A6Z - Transtornos bipolares ou relacionados, não especificados (Bipolar or related disorders, unspecified)

> Transtornos depressivos (Depressive disorders)
> 6A80 - Apresentações sintomáticas e de curso para episódios de humor em transtornos do humor (Symptomatic and course presentations for mood episodes in mood disorders)
6A80.0 - Sintomas de ansiedade proeminentes em episódios de humor (Prominent anxiety symptoms in mood episodes) 
6A80.1 - Ataques de pânico em episódios de humor (Panic attacks in mood episodes)
6A80.2 - Episódio depressivo atual persistente (Current depressive episode persistent) 
6A80.3 - Episódio depressivo atual com melancolia (Current depressive episode with melancholia) 
6A80.4 - Padrão sazonal do início do episódio de humor (Seasonal pattern of mood episode onset) 
6A80.5 - Ciclagem rápida (Rapid cycling)

> Transtornos de humor induzidos por substâncias (Substance-induced mood disorders) - Codificado em outro local.
> 6E62 - Síndrome do humor secundária (Secondary mood syndrome) - Codificado em outro local.
> 6A8Y - Outros transtornos de humor especificados (Other specified mood disorders)
> 6A8Z - Transtorno de humor, não especificado (Mood disorders, unspecified)

* * *

. Transtornos Depressivos (Depressive Disorders) – São caracterizados por humor depressivo (por exemplo, triste, irritável, vazio) ou perda de prazer acompanhada por outros sintomas cognitivos, comportamentais ou neurovegetativos que afetam significativamente a capacidade de funcionamento do indivíduo. Um transtorno depressivo não deve ser diagnosticado em indivíduos que já experimentaram um episódio maníaco, misto ou hipomaníaco, o que indicaria a presença de um transtorno bipolar.

. Código dos Transtornos depressivos (Depressive disorders) no ICD-11:
> 6A70 - Transtorno depressivo de episódio único (Single episode depressive disorder)   
> 6A71 - Transtorno depressivo recorrente (Recurrent depressive disorder)
6A71.1 - Transtorno depressivo recorrente, episódio atual moderado, sem sintomas psicóticos.
6A71.2 - Transtorno depressivo recorrente, episódio atual moderado, com sintomas psicóticos.
6A71.3 - Transtorno depressivo recorrente, episódio atual grave, sem sintomas psicóticos.
6A71.4 - Transtorno depressivo recorrente, episódio atual grave, com sintomas psicóticos.
6A71.5 - Transtorno depressivo recorrente, episódio atual de gravidade não especificada.
6A71.6 - Transtorno depressivo recorrente, atualmente em remissão parcial.
6A71.7 - Transtorno depressivo recorrente, atualmente em remissão completa.
6A71.Y - Outro transtorno depressivo recorrente especificado.
6A71.Z - Transtorno depressivo recorrente, não especificado.
> 6A72 - Transtorno Distímico (Dysthymic disorder)
> 6A73 - Transtorno depressivo com ansiedade (Mixed depressive and anxiety disorder)
> GA34.41 - Transtorno disfórico pré-menstrual (Premenstrual dysphoric disorder) - Codificado em outro local
> 6A7Y - Outros transtornos depressivos especificados (Other specified depressive disorders)
> 6A7Z - Transtorno depressivo, não especificado (Depressive disorders, unspecified)
* * * 

> 6A72 - Transtorno Distímico (Dysthymic disorder): É caracterizado por um humor depressivo persistente (ou seja, com duração de 2 anos ou mais), durante a maior parte do dia, por mais dias do que não. Em crianças e adolescentes, o humor deprimido pode se manifestar como irritabilidade generalizada. O humor deprimido é acompanhado por sintomas adicionais, como interesse ou prazer acentuadamente diminuído em atividades, concentração reduzida e atenção ou indecisão, baixa auto-estima ou culpa excessiva ou inadequada, desesperança em relação ao futuro, sono perturbado ou aumento do sono, diminuição ou aumento do apetite, ou baixa energia ou fadiga. Durante os primeiros 2 anos do distúrbio, nunca houve um período de 2 semanas durante o qual o número e a duração dos sintomas foram suficientes para satisfazer os requisitos de diagnóstico para um Episódio Depressivo. Não há história de Episódios Maníacos, Mistos ou Hipomaníacos.

Inclusão: Distimia (Dysthymia)

Exclusão: Transtorno depressivo com ansiedade (Mixed depressive and anxiety disorder) ou Depressão ansiosa (leve ou não persistente) - [Anxiety depression (mild or not persistent)] (6A73)

Tradução: Google Tradutor
Texto em inglês disponível em:

08/04/2018

(Opinião 2-Livro1)


Comentário valioso
- © Lenise M. Resende -

Recentemente, após receber um comentário elogioso ao meu livro (De Bem Com o Mal do Humor), me senti como se tivesse recebido o Prêmio Jabuti, tradicional prêmio do livro no Brasil.

Se pudesse mencionar a identidade do autor do comentário, certamente eu o teria mostrado ao mundo como um troféu. Era um comentário pequeno e simples como a estatueta do Jabuti, mas tão valioso quanto esse prêmio.

Mas, no Facebook, por exemplo, a verdadeira depressão se mantém escondida em grupos fechados. Colocá-la no livro De Bem Com o Mal Do Humor e levá-la para uma página no Facebook, foi uma tentativa que fiz para torná-la mais conhecida. Só que os distímicos resistem em tirá-la do seu esconderijo. Então, só me resta ir arquivando os comentários recebidos sobre o livro, na esperança de um dia poder exibi-los.

*   *   *
TEXTOS RELACIONADOS
- Opinião 1 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor" 
Opinião 3 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor" 
Opinião 4 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor"
- Opinião 5 - Livro "De Bem Com o Mal do Humor"